Sabedoria Educacional – O poder de educar e transformar

Comunicação Assertiva e Educação comportamental

Educador é o ser com habilidades acadêmicas e socioculturais para ensinar e auxiliar as demais pessoas em seu desenvolvimento. O educador é um líder por natureza, e como tal, tem habilidade para motivar e influenciar os estudantes na busca de bons resultados. O verdadeiro educador ama a sua profissão, além de ser criativo, positivo e participativo. Tem grande capacidade analítica dos fatos e situações. Entretanto, para educar é necessário ter capacitação técnica e inteligência emocional e social.

Entretanto é fundamental conhecer  suas competências emocionais e de seus alunos para se manter firme em seu propósito, assim como conduzir o bom aprendizado e desenvolvimento emocional da turma. Muitas crianças e jovens dependem tão somente da orientação dos seus professores por falta de habilidade e conhecimentos dos pais para criarem uma boa relação interpessoal com a família.

O Projeto Comunicação Assertiva e Educação Comportamental tem a missão de auxiliar professores e estudantes na tarefa de se conhecerem e despertarem para os gatilhos e sequestros emocionais que todos sofrem por vezes, o que acaba afastando as pessoas do seu propósito de vida.

Quando nos conhecemos verdadeiramente, temos a capacidade de análise, reflexão e de uma boa comunicação. Isto faz com que professores e alunos se conheçam e rendam mais na sala de aula, levando-os a manterem o equilíbrio emocional e desenvolvimento pessoal.

Através de palestras os professores terão contato com técnicas que os levarão a uma profunda reflexão sobre a educação no mundo moderno em que vivemos e poderá apoiar melhor os estudantes e assessorar melhor as suas vidas.

Conclusão

Pesquisas apontam um alto índice de estresse, ansiedade e depressão em todas as classes sociais e os índices em pleno crescimento. Conforme a OMS (Organização Mundial de Saúde), o Brasil é o país mais depressivo da América Latina e o mais ansioso do Planeta (dados divulgados em 2017). O que é preocupante, levando em consideração que cada dia mais as pessoas estão ficando doentes por não conseguirem sentir prazer no que fazem e por não estarem motivadas, incluindo crianças e jovens.

Muitos profissionais pedem demissão ou são demitidos devido a falta de habilidade em se comunicar ou por comportamentos inadequados, conforme pesquisas realizadas pelo setor de recrutamento brasileiro. Crianças e jovens são compelidos ao uso de drogas e álcool devido ao seu baixo nível de satisfação familiar, educacional e social.

Vivemos um momento em que não se escuta verdadeiramente o outro, esperamos apenas a oportunidade para colocar a nossa opinião como verdadeira e absoluta. Vivemos sequestros emocionais, que nos furtam o equilíbrio e geram conflitos e desordem. Este tipo de problema dentro das escolas é extremamente maléfico ao ambiente educacional e por consequência aos resultados esperado por alunos, pais e professores.

Desfrutamos de uma era moderna e tecnológica a qual nos traz grande aprendizado e evolução, mas não podemos esquecer que são pessoas que constroem e que ensinam. São crianças e jovens em processo de descoberta que precisam ter consciência do seu papel na sociedade. É essencial despertar para as relações humanas e o quanto o seu comportamento e a comunicação podem afetar a sua vida e a vida dos demais a sua volta. Propomos uma autorreflexão e autoanálise para execução das transformações necessárias na sociedade brasileira.

Projetos de Soraia Reis